Pompeia tem nova lei sobre Inclusão Social da Pessoa com Deficiência.

Pompeia tem nova lei sobre Inclusão Social da Pessoa com Deficiência.

Câmara Municipal de Pompeia aprovou, e a prefeitura sancionou, o projeto de lei nº 65/2017 de autoria do vereador Rodolfo Marino que propunha a instituição do mês da Inclusão Social da Pessoa com Deficiência, denominado Setembro Verde, no município.
Já em vigor, a Lei 2.746, de 31 de agosto de 2017, inclui Pompeia entre as cidades que aderiram ao mês oficial da luta pela inclusão da pessoa com deficiência, que tem como objetivo gerar visibilidade a causa das pessoas com necessidades especiais.
Setembro foi escolhido para essa ação em razão de o dia 21 ser considerado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Além da comemoração da data, a ação tem o intuito de tornar o mês referência nacional.
O vereador Rodolfo Marino, autor do projeto de Lei do Setembro Verde, comemora o fato de governo e sociedade estarem cada vez mais sensíveis a causa das pessoas com deficiência. “Propusemos essa Lei e contamos com o apoio de toda a Câmara, e da população que recebeu o projeto muito bem. Acredito que estamos cada vez mais sensíveis a causa das pessoas com deficiência, o que é ótimo e nos dá a perspectiva de avançar enquanto sociedade rumo a uma realidade de maior inclusão e igualdade, com o cultivo de uma verdadeira cultura do respeito”, comentou Rodolfo.
Em 2006, ano da 1ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Pompeia já era destaque na região pelo grande número de rampas de acessibilidade e de pontos de estacionamento especiais. Naquela época, a cidade já contava com 146 rampas e 15 pontos de estacionamento especiais.
De acordo com o vice-Prefeito José França, que já fez parte da diretoria da Associação de Apoio ao Deficiente Físico de Pompeia (AADFP), as rampas da cidade começaram a ser construídas no início dos anos 2000, quando o trabalho dos voluntários em parceria com o poder público era realizado aos domingos.
Fonte: A época