Projeto de regulamentação do Uber em Marília gera polêmica

Projeto de regulamentação do Uber em Marília gera polêmica

Um projeto de lei do prefeito Daniel Alonso (PSDB) que regulamenta o funcionamento de aplicativos de transporte de passageiros em Marília foi assinado na tarde de terça-feira (21) e tem gerado polêmicas.

A proposta, que precisará ser aprovada pelos vereadores, foi assinada em reunião com o Sindicato dos Taxistas de Marília, que comemorou a elaboração do documento. Por outro lado, há quem diga que a proposta restringe muito a prestação de serviço por aplicativos como o Uber.

O encontro na Prefeitura contou com as presenças do prefeito e parte dos vereadores, mas não consta a informação sobre a participação de representantes ou motoristas de aplicativos e outros setores marilienses que utilizam esse meio de transporte.

Existem críticas sobre um possível favorecimento dos taxistas em detrimentos dos marilienses como um todo. O Sindicato dos Taxistas de Marília possui 130 associados e quase metade estava presente esta tarde na Prefeitura.

Recentemente a Câmara dos Deputados aprovou o projeto do Uber – termo mais popular – em todo o país, mas transferiu para os municípios a regulamentação do serviço.

“Foi um encontro bastante produtivo. As portas da Prefeitura estarão sempre abertas a todos, principalmente à classe produtiva, como é o caso dos taxistas”, disse Daniel Alonso.

“Agradeço a presença de todos e o serviço de aplicativos é uma realidade em todo o mundo, mas é necessário que seja justo com os taxistas, sendo regulamentado e com os mesmos direitos e deveres”, completou o chefe do Executivo.

Fonte: https://marilianoticia.com.br/