População de Marília se revolta após mais um dia sem água.

População de Marília se revolta após mais um dia sem água.

A falta de água por mais um dia revoltou a população de Marília, especialmente nas zonas Norte e Oeste da cidade, regiões que mais sofrem com as torneiras secas.

Reclamações de leitores que residem no Bandeirantes, Jardim América, Maracá I e II, Lavínia, Jardim Sasazaki, Campina Verde e diversos outros bairros chegaram até a redação do Marília Notícia nos últimos dias.

O problema é comum em diversos locais, com a água chegando somente parte do dia, mas a situação se agravou desde o último sábado (9).

Segundo a Prefeitura, em nota enviada na manhã de ontem (11), “até às 17h do domingo o Daem trabalhou para substituir um registro na ETA Peixe – responsável por cerca de 60% do abastecimento na cidade. Agora pela manhã (segunda) será normalizado o abastecimento”.

Não foi o que aconteceu e na manhã desta terça-feira (12) o problema continuava.

Em entrevista ao MN no início da tarde de hoje, o presidente do Daem, Marcelo de Macedo, informou que pelo menos duas bombas estão apresentando problemas na ETA Peixe e serão substituídas após as 19h.

No final de semana trocamos três registros e resolvemos o problema de uma adutora, que prejudicou o abastecimento. Com a troca das bombas esperamos resolver esse problema crônico nos bairros”, disse Macedo.

Fonte:MariliaNoticias