Polícia Civil prende padre que atuava em Marília e mais dois por...

Polícia Civil prende padre que atuava em Marília e mais dois por pedofilia na região.

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (10) uma operação denominada ‘Querubim’ em todo o Deinter-4, que corresponde a 76 municípios da região de Bauru e Marília.

Desde o começo da manhã policiais civis realizaram busca e apreensão de materiais envolvendo exploração sexual infantil na internet.

Em Marília, a ação envolveu 20 policiais das Delegacias de Defesa da Mulher (DDM), Seccional e Investigações Gerais (DIG). Dois homens, que não tiveram seu nomes revelados, foram presos em flagrante por armazenar e compartilhar imagens de pornografia infantil.

A primeira prisão na cidade envolveu um homem de 30 anos que alegou ser estudante, morador do bairro Maracá, zona Norte.

O outro preso foi um eletricista de 51 anos, morador do bairro Cascata, zona Leste, que pagou a fiança e responderá o crime em liberdade – a fiança foi arbitrada porque a polícia não conseguiu identificar de imediato que, além de armazenar, ele também compartilhava o conteúdo.

Também foi detido em Tupã um padre, de 42 anos, que foi ordenado no ano passado.

Ele era da cidade vizinha mas atuava em Marília, Denismar Rodrigo André, que atua na paróquia Nossa Senhora de Fátima do Jóquei, zona Sul da cidade.

Segundo a polícia ele não levava crianças para a casa, apenas arquivava imagens e vídeos.

Ele vai ser autuado em flagrante pelo artigo 241 (adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente) do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Segundo o delegado Marcos Mourão, chefe do Deinter-4, ao todo na região foram 15 alvos, dos quais 12 foram presos em flagrante. Nenhuma pessoa foi identificada oficialmente pela polícia até o momento.

Fonte: MariliaNoticias